Hora certa:
 

Noticias

Faustão: Entenda como funciona a cirurgia de transplante do apresentador

Neste domingo (27), o apresentador Fausto Silva que estava internado desde o dia 5 de agosto com insuficiência cardíaca foi submetido a uma cirurgia de transplante cardíaco que, de acordo com o  hospital, durou cerca de 2h30 e foi feita com sucesso. Faustão permanece na UTI em acompanhamento.

Entenda o caso de Faustão

A insuficiência cardíaca, doença de Fausto Silva, é uma condição em que o coração é incapaz de bombear sangue de maneira eficiente para atender às necessidades do corpo, o que pode acontecer devido a danos causados por doenças cardíacas como infarto, valvopatias, ou por fatores de risco como hipertensão, diabetes e obesidade.

O caso de Faustão era considerado grave, o que o fez estar no 2º lugar na fila de espera de transplantes, de acordo com a Central de Transplantes do Estado de São Paulo.

Como é feita a cirurgia de transplante cardíaco?

De acordo com o cardiologista Dr. Roberto Yano, o procedimento é delicado em casos graves e demanda um período de observação para identificar possíveis rejeições ao novo órgão.

“Assim que é obtido um coração compatível com o doador, o que necessita da análise de uma série de fatores, o órgão é extraído do doador e transportado rapidamente ao paciente que aguarda o transplante que recebe anestesia geral para a cirurgia, que não deve durar mais de quatro horas”.

“O procedimento demanda mais de um cirurgião que abrem o peito do paciente, desconectam os vasos do órgão e retiram o coração, durante esse período o bombeamento sanguíneo é feito por um ‘coração artificial’”.

“Então, os cirurgiões conectam o coração doado aos vasos sanguíneos do paciente, após isso a circulação sanguínea é restabelecida e o paciente é levado à UTI onde fica em observação por cerca de 15 dias, onde o risco de infecções e rejeição ao órgão é avaliado, depois deste período o paciente é submetido a fisioterapia e orientação nutricional até receber alta hospitalar”, explica o Dr. Roberto Yano.

 

UPpharma on-line: publicação dirigida a médicos, prescritores e profissionais da saúde


(11) 5533-5900 – uppharma@uppharma.com.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim UPpharma on-line é de responsabilidade de cada um dos autores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial, sem a expressa autorização da DPM Editora.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail uppharma@uppharma.com.br . Qualquer dúvida, ou dificuldade de navegação, poderá ser atendida pelo serviço de suporte UPpharma on-line pelo e-mail: uppharma@uppharma.com.br

Seu IP: 44.210.83.132 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)