Hora certa:
 

Noticias

Após a gestação, suplementação tem efeito positivo na saúde das mulheres

Durante os nove meses de gravidez, a mulher é o centro das atenções. Nesse período, ela realiza consultas de pré-natal e diversos exames. “As etapas da gestação são, na maioria das vezes, acompanhadas pela rede de apoio da mulher e por médicos especialistas. Mas, quando o bebê nasce todos esses cuidados são direcionados diretamente para a criança. Com isso, a mãe exerce apenas o papel de provedora, deixando de lado sua própria saúde física e mental. Os momentos de autocuidado nesse período ficam em segundo plano”, explica a Chefe do Setor de Gestação de Risco da Santa Casa de São Paulo, Dra. Lilian de Paiva Rodrigues Hsu.

Com essa preocupação em mente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou em 2022 suas primeiras diretrizes globais para apoiar mulheres e recém-nascidos no período pós-natal. A instituição global entende que este é um momento crucial para garantir o desenvolvimento saudável do bebê e apoiar a recuperação e o bem-estar físico e mental da mãe. Entre as mais de 60 recomendações estão aconselhamento sobre aleitamento materno e triagem para depressão e ansiedade materna no pós-parto.

A Dra. Lilian alerta que, nas primeiras quatro semanas após o parto, a mulher deve ser avaliada de maneira completa quanto ao seu bem-estar físico, social e psicológico, recebendo orientações quanto à nutrição adequada ao período do aleitamento. “Para a recuperação física, é importante recomendar o uso de suplementação que, nos casos de gravidez planejada, deve ser iniciada antes da concepção e se manter até o período pós-parto. Porém, muitas vezes esse cuidado acaba ficando de lado. É justamente nesse período que as mulheres têm menos tempo e disposição para se alimentar adequadamente e suprir suas necessidades nutricionais. “O retorno do organismo às condições pré-gestacionais se associa às queixas mais recorrentes: a flacidez e queda de cabelo”, detalha a médica.

Essa somatória de potencializadores resulta em perda da qualidade de vida e pode, inclusive, afetar a autoestima das mulheres, assinala a Dra. Lilian. “A gestação e o parto são processos que demandam alto consumo de energia e nutrientes. Por isso, é comum o aparecimento de deficiências nutricionais, especialmente de vitaminas e minerais – importantes para a recuperação do corpo.  A queda de cabelo, observada por algumas mulheres, pode ser resultado desse quadro, pois, com a saída da placenta, as variações hormonais levam à diminuição dos fios”.

É importante ressaltar que a suplementação nutricional no pós-parto deve ser feita sob orientação médica, pois cada mulher tem necessidades individuais e apresenta condições de saúde específicas, que requerem atenção especial.

“O acompanhamento adequado de um profissional de saúde é fundamental para auxiliar a mãe nesse momento e fazê-la compreender que é preciso ter um tempo dedicado ao autocuidado de forma saudável e atenta aos sinais de que algo não vai bem em seu organismo. Além da suplementação, é recomendável que ela tenha um período de descanso, que não precisa ser acompanhado de culpa. Afinal, todos ganham quando uma mãe está bem nutrida e descansada: ela estará em perfeitas condições para cuidar do desenvolvimento de seu bebê”, completa a Chefe do Setor de Gestação de Risco da Santa Casa de São Paulo.

 

UPpharma on-line: publicação dirigida a médicos, prescritores e profissionais da saúde


(11) 5533-5900 – uppharma@uppharma.com.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim UPpharma on-line é de responsabilidade de cada um dos autores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial, sem a expressa autorização da DPM Editora.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail uppharma@uppharma.com.br . Qualquer dúvida, ou dificuldade de navegação, poderá ser atendida pelo serviço de suporte UPpharma on-line pelo e-mail: uppharma@uppharma.com.br

Seu IP: 44.223.39.67 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)