Hora certa:
 

Noticias

DII: Uma Ameaça Silenciosa à Saúde Pública

As Doenças Inflamatórias Intestinais (DII), como a Retocolite Ulcerativa (RCU) e a Doença de Crohn (DC), são como labirintos enigmáticos que afetam o trato gastrointestinal. A ciência, como um explorador incansável, busca desvendar seus caminhos intrincados e encontrar respostas para aliviar o impacto dessas condições complexas na vida dos pacientes.

Diferenças entre RCU e DC:

Embora compartilhem algumas características, RCU e DC se diferenciam em diversos aspectos:

Localização da Inflamação: RCU se limita ao intestino grosso, enquanto DC pode afetar qualquer parte do trato gastrointestinal.
Profundidade da Inflamação: RCU causa inflamação superficial, enquanto DC pode inflamar todas as camadas do intestino.
Padrão da Inflamação: RCU apresenta inflamação contínua, enquanto DC é caracterizada por um padrão segmentar.

Sintomas e Complicações

A Retocolite Ulcerativa e Doença de Crohn se diferenciam significativamente em termos de localização, extensão, profundidade e padrão das lesões intestinais, bem como em relação a sintomas, complicações e estratégias terapêuticas. "Os sintomas de Retocolite Ulcerativa e Doença de Crohn variam em intensidade e podem incluir diarreia, dor abdominal, sangramento retal, perda de peso, febre, fadiga, anemia e desnutrição. As complicações podem ser graves e requerem acompanhamento médico especializado", completa o Dr. Ernesto Alarcon, Cirurgião Geral, especialista em Videolaparoscopia.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico minucioso de Retocolite Ulcerativa e da Doença de Crohn combina história clínica, exame físico, análises laboratoriais e avançadas técnicas de imagem, como endoscopia, colonoscopia, radiografia, tomografia e ressonância magnética. Com o objetivo de controlar a inflamação, aliviar sintomas e aprimorar a qualidade de vida, o arsenal terapêutico inclui aminossalicilatos, corticosteroides, imunossupressores e biológicos.
"Em casos mais complexos, a cirurgia pode se revelar necessária para a remoção de partes afetadas do intestino, visando restaurar a saúde intestinal", conclui o Dr. Ernesto Alarcon.

Conclusão

As Doenças Inflamatórias Intestinais representam um desafio para a saúde pública. A pesquisa científica continua buscando respostas para seus mistérios e aperfeiçoando os métodos de tratamento. A informação e o acompanhamento médico especializado são fundamentais para uma vida mais plena para os pacientes com RCU e DC.

 

UPpharma on-line: publicação dirigida a médicos, prescritores e profissionais da saúde


(11) 5533-5900 – uppharma@uppharma.com.br
O conteúdo dos artigos assinados no site e no boletim UPpharma on-line é de responsabilidade de cada um dos autores. As opiniões neles impressas não refletem, necessariamente, a posição desta Editora.
Não é permitida a reprodução de textos, total ou parcial, sem a expressa autorização da DPM Editora.
Informações adicionais poderão ser solicitadas pelo e-mail uppharma@uppharma.com.br . Qualquer dúvida, ou dificuldade de navegação, poderá ser atendida pelo serviço de suporte UPpharma on-line pelo e-mail: uppharma@uppharma.com.br

Seu IP: 44.201.97.224 | CCBot/2.0 (https://commoncrawl.org/faq/)